A economia prateada, um mundo de oportunidades


A economia prateada é a confluência de três fatos históricos: digitalização, envelhecimento e crise do estado social.

O envelhecimento populacional é uma das grandes mudanças sociais que estão ocorrendo atualmente no mundo (especialmente na Espanha) que, juntamente com o aumento da expectativa de vida e a redução drástica no número de nascimentos, fizeram grandes empresas e governos começar a levar em consideração uma meta que há anos está em segundo plano (na melhor das hipóteses) e que oferece um grande número de oportunidades de negócios.

Se procurarmos uma definição, podemos dizer que a Economia Prateada é o conjunto de atividades específicas destinadas a atender às necessidades e motivações dos idosos, às necessidades de suas famílias em decorrência do cuidado dos idosos e à transformação da oferta de empresas, com uma oferta segmentada, se adaptem às mudanças demográficas.

Possui elementos claramente positivos na medida em que precisam surgir oportunidades de negócios em torno do envelhecimento ativo; outros serão menos, na medida em que será necessário prestar total atenção aos cuidados, dependência, solidão dos idosos e cuidados de saúde em um momento social em que a aposentadoria se destina a dez anos de ser “classes passivas”, mas é felizmente, durando mais de vinte anos e mais que isso dure.

As oportunidades oferecidas pela Economia de Prata podem ser resumidas em:

  • Oportunidades tecnológicas: as ferramentas que a tecnologia pode disponibilizar para os idosos têm a capacidade de melhorar a qualidade de vida dos idosos e de suas famílias. IoT, robótica, telemedicina ou inteligência artificial podem significar que o idoso é monitorado o tempo todo enquanto vive autonomamente, reduzindo os serviços de assistência.
  • Oportunidades de cuidados: existem muitas oportunidades para cuidar de pessoas idosas, mas também relacionadas ao envelhecimento ativo, além de pessoas que precisam de menos cuidados e com relativa juventude, mas que também exigem serviços, seja para razões de saúde, incapacidade ou dependência.
  • Estilo de vida e oportunidades de moda: quem tem dinheiro tem poder em termos de consumo? Por esse motivo, há uma tendência crescente no surgimento de idosos em campanhas de moda e estilo de vida.
  • Oportunidades em “soluções habitacionais”: oportunidades imobiliárias, mas também oportunidades de condicionamento residencial ainda estão por vir.
  • Oportunidades no campo financeiro: a transformação do setor financeiro para oferecer soluções aos idosos já é uma realidade latente. Mudanças no escopo dos planos de poupança e previdência, bem como o aumento dos anos de contribuição, criarão grandes mudanças e oportunidades nesse sentido.

Em conclusão, o futuro está em pessoas com um passado. A capacidade de adaptar produtos e serviços aos idosos será essencial para diferentes setores de negócios. Podemos e devemos transformar o desafio de uma sociedade em envelhecimento em uma grande oportunidade de criar emprego e crescimento econômico.

 

* Texto publicado originalmente  no site Cuidadores e reproduzido no blog Revolução Prateada.

 

Continue no Blog da Revolução Prateada e veja outros artigos como esse!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *