“Adote um Avô” une jovens e idosos que vivem em asilos


Essa ainda é uma realidade: Idosos que vivem em asilos, muitas vezes se sentem sozinhos e precisam de atenção, carinho e afeto. Por outro lado, existem ações sendo feitas ao redor do mundo e nós, da Revolução Prateada não poderíamos deixar de compartilhar tais ações. Confira aqui o texto compartilhado pelo Portal Psicologias do Brasil.

Adopta un Abuelo (Adote um Avô) é uma organização sem fins lucrativos que se encarrega de juntar jovens e idosos. O intuito é incentivá-los a compartilharem experiências, rir, aprender e falar sobre a vida. Além de quebrar preconceitos, o convívio entre eles ajuda a combater a solidão, que segundo o fundador Alberto Cabanes, é o inimigo número um da velhice.

O projeto circula por diversas cidades espanholas e nasceu no Natal de 2013, quando Cabanes foi visitar seu avô Clemente em um lar de idosos. Lá ele conheceu Bernardo, um dos residentes.

Sem filhos, Bernardo contou o seu desejo de ter netos, para que assim pudesse receber a visita deles no Natal. Emocionado ao ouvir o relato, Cabanes não teve dúvida e logo disse: “eu te adoto, Bernardo.”

“Tive a sorte de ser criado pelos meus avós e de aprender com eles valores impagáveis. Ninguém merece estar só. E nos lares há muita solidão”, contou o fundador em entrevista ao jornal El Mundo.

O contato e o cuidado desses jovens netos têm resultados concretos, pois ajuda a diminuir os índices de ansiedade e depressão, melhorando a autoestima.

A iniciativa conta hoje com mais de 200 voluntários, responsáveis pela adoção de aproximadamente 100 idosos.

Se você quer saber mais sobre o projeto ou como pode ajudar, basta clicar no site oficial da campanha.

E há mais um convite!

Conheça o Canal do Youtube da Revolução Prateada e se inscreva!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *